Fique por dentro dos principais tipos de sistemas construtivos 724 482 AtaiOne
sistemas construtivos bem organizados

Fique por dentro dos principais tipos de sistemas construtivos

O sistema construtivo é o método utilizado para desenvolver uma construção, independente do porte da obra. Existem diversos tipos de sistemas construtivos diferentes e no Brasil, o mais utilizado em residências, é o sistema moldado in loco.

Cada sistema define processos e tecnologias que serão utilizados durante a construção, conferindo mais qualidade ao produto final. Atualmente, novas soluções construtivas utilizam melhor os materiais, gerando economia de recursos e ambientes mais personalizados.

A seguir, conheça mais sobre alguns dos sistemas construtivos disponíveis no mercado.

Sistema construtivo tradicional

O sistema construtivo in loco ou tradicional é o mais comum e amplamente utilizado. Aqui, a construção é realizada no próprio local, com a ajuda de formas de madeira, que também são confeccionadas no canteiro de obras.

Com isso, todas as etapas da obra são desenvolvidas em um mesmo lugar: fundação, pilares, vigas, laje, o preenchimento com tijolos e revestimentos.

Muitas vezes este sistema é realizado de maneira informal, sem projeto e sem planejamento, aumentando a probabilidade de desperdício de recursos e consequentemente, dinheiro. O tempo de duração tende a ser mais longo, principalmente quando a obra acontece sem planejamento.

Estruturas pré-montadas ou metálicas

As construções realizadas com estruturas metálicas utilizam perfis de aço, como vigas e pilares. O material é feito sob medida em galpões e depois são montados no lugar da construção. A finalização da obra acontece na fase de revestimento, que pode ser realizado com blocos cerâmicos ou placas de drywall.

Esse tipo de construção reduz o consumo de resíduos, além de apresentar rapidez na entrega do projeto. Outra vantagem é a precisão da obra, pois o projeto é feito sob medida e as peças já chegam prontas para serem montadas.

Offsite

O modelo offsite é uma tendência na construção civil. A tradução da palavra “offsite” significa “fora do local de trabalho/longe da área de construção“.

Esse método construtivo inovador é realizado de forma totalmente diferente das anteriores. Nele, a maior parte da construção acontece dentro de uma fábrica.

Dessa maneira, é possível controlar a produção e utilizar equipamentos de ponta para desenvolver os módulos, seguindo normas de qualidade e desempenho para depois transportá-los prontos para o local da construção.

Essa técnica permite que as fases da obra como fundação e construção de paredes, por exemplo, sejam realizadas ao mesmo tempo, reduzindo o tempo final do cronograma. Outra vantagem, é o menor gasto com resíduos, retrabalhos e um aumento na agilidade do processo.

Portanto, para escolher o sistema construtivo da sua obra, avalie todas as opções disponíveis no mercado, considerando budget, tamanho da obra, tempo de construção etc. Isso ajuda a alinhar corretamente os benefícios com as particularidades de cada projeto.

Como cada concepção é exclusiva, é importante pesquisar por empresas que estejam adequadas às normas técnicas, tenham experiência e prezem pela transparência com o consumidor.

Ficou interessado em saber mais? Então saiba mais sobre o modelo offsite neste artigo e descubra como ele oferece mais agilidade e qualidade para a sua construção!